Com mais de 30 jogadores no top 100, Brasil segue em 2022 como potência no poker online

Tauan Naves é o grande destaque no poker online brasileiro neste e início de 2022 e puxa a fila de brasileiros mais bem colocados no ranking mundial. Foto: Divulgação

Entra ano, sai ano, e uma coisa não muda: o Brasil segue no topo do mundo quando o assunto é poker online. Nosso país se consolida cada vez mais como uma potência no principal esporte da mente do planeta, sobretudo no que diz respeito às mesas digitais da modalidade.

De acordo com o Pocket Fives, site que avalia o desempenho de jogadores de poker no cenário virtual, mais de 30 jogadores do país aparecem entre os 100 primeiros do mundo – uma marca que é recorde entre todos os países. São 38 competidores nacionais no top 100. Para se ter uma ideia, o país que mais chega perto é o Reino Unido, que tem 8 jogadores entre os melhores.

O top 1 também é brasileiro: quem lidera a lista é Tauan Naves, que recentemente tomou a liderança do britânico Patrick Leonard. O goiano de 34 anos soma 59 títulos e uma premiação total de carreira na casa dos US$ 4,5 milhões. Só neste início de ano ele faturou três dos quatro maiores prizes de sua trajetória e chegou a 11.206 pontos no ranking.

Além de Tauan, outros três brasileiros ocupam o top 6 da classificação: o catarinense Dalton Hobold, o paranaense Pedro Vinícius Garagnani e os mineiros Gabriel Moura e Lúcio Lima – feito que jamais havia sido alcançado pelo país no Pocket Fives. Considerando os 20 primeiros, a lista brasileira é ainda maior, pois também conta com Luciano Hollanda, Pedro Padilha, Renan Carlos Bruschi, Pablo Wesley e Rafael Furlanetto.

Em outras palavras, o Brasil responde por 50% dos competidores no top 20 do ranking, outra marca que jamais havia sido alcançada pelo país na classificação mundial e mostra o tamanho do protagonismo brasileiro no poker online.

Além dos jogadores ranqueados, outros nomes do país são destaque na modalidade mesmo sem aparecerem na lista, como o curitibano Yuri Dzivielevski, que liderou a classificação durante muitas semanas no ano passado, e o catarinense Bruno Volkmann, outro a ter atingido o topo do ranking em 2021. Nomes como Pablo Brito e João Simão também merecem destaque.

Trata-se de um cenário bem diferente do principal ranking de poker ao vivo do mundo, o Global Poker Index, em que o Brasil não coloca nenhum competidor sequer entre os 100 primeiros. Melhor brasileiro desta lista, Yuri Dzivielevski é apenas o 336º do GPI, seguido por Josias Santos, que aparece na 363ª colocação.

Cifras elevadas

O sucesso do Brasil do poker online não se explica somente pela alta pontuação obtida pelos jogadores do país nas disputas online, mas também pelo faturamento que os mais de 4 mil brasileiros cadastrados no Pocket Fives vêm obtendo nos torneios digitais.

Só nos últimos 3 meses, foram cerca de US$ 19,6 milhões entregues a competidores do Brasil por plataformas de poker – cerca de 5% do total já arrecadado por brasileiros no poker online, que é de US$ 411 milhões.

Para efeitos de comparação, o Reino Unido, que conta com o dobro de jogadores registrados, faturou US$ 11,7 milhões nos últimos 3 meses. O Canadá, que também se destaca do ranking, sequer ultrapassou a marca dos US$ 10 milhões, o que dá a dimensão do patamar em que o Brasil se encontra no poker online mundial em termos de faturamento.

Ranking de países

Considerando um recorte que soma a pontuação de todos os jogadores, o Brasil lidera com sobras o ranking de nações do Pocket Fives, com nada menos 1.696.552 pontos, muito à frente dos Estados Unidos (820.078), Reino Unido (578.097), Rússia (566.520) e Canadá (522.254).

O protagonismo do país pode ser explicado por diversos motivos, incluindo a maior popularidade que o poker vem ganhando no Brasil nos últimos 10 anos – sobretudo depois que jogadores brasileiros começar a ter maior sucesso em torneios como World Series of Poker: já são mais de 10 braceletes no principal torneio do mundo.

Soma-se a isso à oferta cada vez maior de torneios oferecidos pelas plataformas especializadas em poker e a promessa de altos ganhos, algo que de fato tem se observado no cenário nacional do poker, principalmente no Texas Hold’em.

Author: administrator

Leave a Reply

Your email address will not be published.