Yuri Martins faz história mesmo ficando em segundo lugar no Poker Players Championship na WSOP

A comunidade brasileira de poker acompanhou nesta madrugada e manhã de sexta-feira uma verdadeira maratona na mesa final de um dos torneios mais importantes e difíceis do mundo, o famoso PPC (Poker Players Championship).

O brasileiro chegou como terceiro stack da mesa final e tinha um field duríssimo pela frente, além do norte-americano e atual campeão do evento Dan Cates, Yuri enfrentou nomes como Benny Glaser treta campeão mundial, Johannes Becker e Naoya Kihara.

Evento #56 Wsop

Considerado um dos torneios mais difíceis do mundo e um dos mais cobiçados, o evento #56 contem 9 modalidades diferente e substituiu o antigo HORSE. Algumas de suas modalidades são; No limit holdem, Limit 2-7 triple draw, Seven Card Stud Hi-low, Pot-Limit Omaha entre outros.

Leia mais: João Simão é bicampeão mundial de poker e André Akkari bate na trave do seu segundo bracelete

Festa da torcida brasileira

Uma das coisas mais lindas sem dúvidas foi a festa organizada pela torcida brasileira no rail do salão. Com o heads-up confirmado a festa aumentou cada vez mais e a cada pote puxado pelo brasileiro a torcida vinha a loucura.

Yuri conseguiu reunir alguns dos maiores nomes do poker nacional para torcer por ele, nomes como Rafael Moraes, Kelvin Kerber, Dan Almeida, Renan Bruschi, Bruno Foster, entre outros estavam na torcida pelo brasileiro.

Torcida brasileira invade rail da WSOP (Foto: Instagram da SuperPoker)

Maratona no heads-up e vice-campeonato

Após enfrentar 112 entradas e cinco dias de torneios, Yuri Martins não sabia que pela frente ainda havia uma verdadeira maratona no heads-up.

Com quase 9 hora de jogo e várias alternâncias na liderança do torneio, o brasileiro acabou perdendo para o atual campeão e não conseguindo o tão sonhado terceiro bracelete, mas sem dúvidas o tricampeonato está chegando e pode sair ainda nesta WSOP.

Entrando para história

Yuri “thNERDguy” Martins cada vez mais está colocando seu nome não só na história do poker nacional, como na história do poker mundial. O brasileiro que coleciona títulos no online e já permaneceu por um bom tempo como número 1 do online, agora vem construindo sua trajetória também no live.

Com esse resultado ele chega a sua maior premiação no circuito live, ultrapassando a marca de US$ 3,7 milhões em premiações e se torna o segundo brasileiro com mais premiações na história, caminhando a passos largos para se tornar o maior do Brasil.

Confira a premiação final do evento #56

– Dan Cates (Estados Unidos) – US$ 1.449.103
– Yuri Martins (Brasil) – US$ 895.614
– Naoya Kihara (Japão) – US$ 639.257
– Benny Glaser (Reino Unidos) – US$ 464.420
– Johannes Backer (Alemanha) – US$ 343.531

Author: administrator

Leave a Reply

Your email address will not be published.